BRASÍLIA - A Câmara dos Deputados aprovou a convocação do ministro da Justiça, Tarso Genro, para prestar depoimento em sessão da CPI da Violência Urbana na próxima quarta-feira (28/10). O requerimento foi apresentado pelo líder do PSDB, o deputado José Aníbal (SP).

O objetivo do deputado é obter uma explicação sobre as últimas ações federais no combate ao crime organizado. O parlamentar  refere-se especificamente aos últimos episódios de violência no Rio de Janeiro, onde 29 pessoas morreram desde o último sábado durante os conflitos entre a polícia e facções criminosas.

O pedido do tucano é de que a presença de Tarso seja em audiência pública, na qual Aníbal irá cobrar explicações do ministro sobre o controle e fiscalização, por parte da Polícia Federal, da entrada ilegal de armas ou de seu uso restrito no território nacional.

As autoridades acreditam que um armamento pesado obtido ilegalmente foi usado pelos bandidos para derrubar o helicóptero (...) Segundo os órgãos de inteligência da polícia carioca, a ordem para os ataques teria partido do presídio de Catanduvas (no Paraná), controlado pela União, disse o deputado em nota.

Temas como a situação de controle de comunicação e a infraestrutura de presídios federais também serão abordados. 

Assista ao vídeo sobre o mapa do tráfico de drogas no Rio:

Leia também:


Leia mais sobre: Rio de Janeiro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.