O plenário da Câmara confirmou na noite desta quarta-feira a indicação do ex-senador e ex-ministro José Jorge (DEM-PE) para o Tribunal de Contas da União (TCU), já aprovada no Senado. Com a aprovação de um político da oposição, foi ratificada a derrota do governo, que defendia a indicação do senador Leomar Quintanilha (PMDB-TO).

Para garantir a votação, o líder do DEM na Câmara, Antonio Carlos Magalhães Neto (BA), firmou acordo com os governistas que permitiu a aprovação da inclusão da Venezuela no Mercosul, projeto que tramitava na Casa desde fevereiro do ano passado.

José Jorge teve 270 votos favoráveis a sua indicação. Votaram contra 60 deputados e seis se abstiveram.

Leia mais sobre: TCU

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.