Câmara conclui eleição da maior parte da Mesa Diretora

A Câmara encerrou no fim da tarde a apuração dos votos para a maioria dos cargos da Mesa Diretora, com exceção da segunda secretaria, em que a disputa irá para o segundo turno, uma vez que nenhum dos candidatos conseguiu a maioria absoluta dos votos. Foi eleito como primeiro vice-presidente o deputado Marco Maia (PT-RS), com 416 votos.

Agência Estado |

O segundo vice-presidente será o deputado Edmar Moreira (DEM-MG), que disputou o cargo com uma candidatura avulsa e derrotou, com 283 votos, o deputado Vic Pires Franco (DEM-PA), que recebeu 218 votos. Foi eleito primeiro secretário, com 261 votos, o deputado Rafael Guerra (PSDB-MG), indicado pela bancada. Guerra derrotou os deputados Rômulo Gouveia (PSDB-PA), que recebeu 144 votos, e Bruno Rodrigues (PSDB-PE), com 97.

No caso da segunda secretaria, o deputado Inocêncio Oliveira (PR-PE) recebeu o maior número de votos - 233, e disputará em segundo turno o cargo com o deputado José Carlos Araújo, que recebeu 103 votos. Para a terceira secretaria foi eleito o deputado Odair Cunha (PT-MG), com 287 votos. O deputado Nelson Marquezelli foi eleito para a quarta secretaria, com 393 votos.

Apenas quatro deputados, do total de 513, não participaram da votação que elegeu Michel Temer (PMDB-SP) presidente da Câmara. O deputado Adão Pretto (PT-RS) está internado, com pancreatite, em unidade de terapia intensiva em Porto Alegre. O deputado Carlos Wilson (PT-PE) saiu de Pernambuco, onde faz tratamento de câncer, mas passou mal no plenário da Câmara antes de votar e precisou ser socorrido no serviço médico da Casa.

O deputado Beto Albuquerque (RS) está em Porto Alegre acompanhando o estado de saúde do filho, internado em unidade de terapia intensiva, e o deputado Ciro Gomes (CE) ficou na companhia da mulher, Patrícia Pillar, cuja mãe faleceu, segundo informações do partido dele, PSB.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG