Câmara começa a divulgar gasto com verba indenizatória

Os primeiros comprovantes de gastos com verba indenizatória começaram a ser divulgados hoje no portal da Câmara dos Deputados. Alice Portugal (PC do B-BA) foi reembolsada em R$ 8 mil, pagos à Classe A Impressos e Brindes.

Agência Estado |

O gasto entrou na rubrica "divulgação da atividade parlamentar" - um dos itens que mais consomem recursos da verba, pois, em geral, pagam publicações que prestam conta do mandato do deputado. As normas da Mesa Diretora impedem, no entanto, uso da verba para propaganda do parlamentar.

O portal da Câmara informa o valor do gasto, o nome e o CNPJ da empresa recebedora e o número da nota fiscal apresentada pelo parlamentar. A divulgação dos comprovantes de gastos foi autorizada pela Mesa Diretora da Câmara, em fevereiro, depois de denúncias de suspeitas de uso irregular da verba pelo deputado Edmar Moreira (sem partido-MG), que responde processo de quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética. Pressionados, os integrantes da Mesa concordaram em tornar público o detalhamento dos gastos de cada deputado. Até agora o portal indicava apenas a rubrica em que o recurso público tinha sido gasto, genericamente.

O deputado Acélio Casagrande (PMDB-SC) recebeu R$ 80 como ressarcimento pelo gasto com combustível, no posto Driver Car. Já Domingos Dutra (PT-MA) gastou R$ 70 com táxi, pagos à Sintaxi. A divulgação vale para as notas emitidas do dia 1º de abril em diante. Cada deputado tem direito a R$ 15 mil mensais em verba indenizatória.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG