A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira, de forma conclusiva, o projeto de autoria da deputada Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) que põe entre os tratamentos garantidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) a simpatectomia.

A técnica consiste na remoção cirúrgica do nervo simpático principal para tratamento da hiper-hidrose (sudorese excessiva) nas mãos e axilas. Atualmente, de acordo com a Agência Câmara, a simpatectomia é julgada "puramente estética" pelo SUS, apesar da "simplicidade" da cirurgia.

A operação consiste em duas pequenas incisões, normalmente na axila, onde são colocadas a microcâmera e os utensílios cirúrgicos. Os gânglios que causam a transpiração intensa são extraídos. O relator, deputado Fernando Coruja (PPS-SC), ofereceu parecer a favor da proposta, que havia passado nas Comissões de Seguridade Social e de Finanças e Tributação da Casa. Agora, a proposição será enviada ao Senado, caso não haja recurso para que seja votada pelo plenário da Câmara.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.