A Câmara dos Deputados encerrou hoje a sessão de votação depois de aprovar nove projetos não polêmicos. O último projeto aprovado hoje foi o que define novas regras para adoção, que será submetido novamente à apreciação do Senado, porque os deputados fizeram modificações no texto.

Antes, haviam sido aprovados, entre outros, o projeto que define como crime a formação de milícia e grupo de extermínio e o que declara os secretários municipais responsáveis pelos atos que assinam com os prefeitos.

A votação de hoje fez parte de um acordo de líderes partidários com o presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), que prevê um recesso branco nesse período de campanha eleitoral sem a necessidade de os deputados estarem em Brasília. Pelo acordo, até as eleições haverá sessão de votação apenas na primeira semana de setembro. No período restante, os parlamentares ficarão liberados da presença em Brasília. Não houve votação polêmica na sessão de hoje. Os projetos aprovados tinham sido escolhidos por consenso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.