BRASÍLIA (Reuters) - A Câmara aprovou nesta quarta-feira a medida provisória (MP) que reajustou o salário mínimo de 415 para 465 reais a partir do dia 1o de fevereiro de 2009, assim como aposentadorias e pensões equivalentes a um salário mínimo. A oposição e parte da base governista tentaram elevar também os benefícios dos aposentados que ganham mais de um salário mínimo, mas a maioria dos aliados derrubou as emendas que tratavam do tema alegando que o impacto financeiro nas contas da Previdência seria muito alto.

A Câmara manteve o texto enviado pelo Executivo ao Congresso no fim de janeiro. A matéria ainda precisa ser votada pelo Senado.

(Reportagem de Fernando Exman)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.