BRASÍLIA (Reuters) - A Câmara adiou para a quarta-feira a votação do projeto de lei que cria o cadastro positivo, informou na terça-feira o presidente da Casa, Michel Temer (PMDB-SP). Os deputados iniciaram os debates sobre a proposta, que sugere a criação de um histórico de adimplência de pessoas físicas e jurídicas, na noite desta terça-feira, mas não concluirão a análise da matéria.

O cadastro positivo é uma aposta do governo para aumentar a oferta de crédito e reduzir os spreads bancários.

(Reportagem de Fernando Exman)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.