Calor e chuva aumentam risco de propagação da dengue, diz especialista

O verão excepcionalmente quente associado à aproximação do período de chuvas aumenta o perigo de epidemias de dengue, por causa da aceleração do ciclo reprodutivo do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. De acordo com o entomologista Rafael Freitas, da Fundação Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz), o calor reduz em cerca de 40% o tempo que o inseto leva para se desenvolver e chegar à vida adulta, quando se transforma em vetor.

Agência Estado |

“Em uma temperatura de 22ºC a 25ºC, o desenvolvimento do mosquito leva 14 dias. De 30ºC a 33ºC, o tempo pode cair para oito dias”, explicou.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG