Califórnia autoriza novas clínicas para venda terapêutica de maconha

A Califórnia, primeiro estado norte-americano a liberar a venda de maconha para uso medicinal, voltou a autorizar nesta semana a abertura de estabelecimentos para a venda terapêutica da droga. Em 2007, após a explosão de pontos de venda, o estado proibiu a abertura de novas lojas.

Agência Estado |

Os opositores da medida advertem ser impossível haver uma demanda tão grande para o uso medicinal a ponto de haver centenas de lojas só na região de Los Angeles.

De acordo com a FDA, responsável pela aprovação de remédios nos Estados Unidos, não existe comprovação científica de que a maconha traga benefícios. Médicos advertem também sobre os riscos de usar um remédio que precisa ser fumado, trazendo efeitos colaterais.

Os defensores argumentam que a maconha, diferentemente de outras drogas, como a heroína e a cocaína, não provoca overdose e deveria ser regulamentada como o álcool e o cigarro. Também citam estudos sobre a eficácia da droga no tratamento de doenças. Na maior parte dos EUA, hoje, apesar de ilegal, o consumo de poucas quantidades é tolerado. As informações são do Jornal da Tarde.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG