A Caixa Econômica Federal revogou nesta segunda-feira a concessão da Lotérica Esquina da Sorte, de Novo Hamburgo.

A casa estava sob investigação há duas semanas, desde que um grupo de 35 clientes se sentiu lesado por apostar num bolão que não foi registrado no sistema de controle da Caixa.

Os cartões impressos entregues a eles como comprovantes informais continham os seis números sorteados no concurso 1.155 da Mega Sena.

A combinação renderia R$ 1,3 milhão a cada um dos apostadores se tivesse sido transferida para um volante oficial, o único que dá direito ao prêmio.

Em depoimento à polícia, uma funcionária disse ter esquecido de repassar a aposta à Caixa.

O proprietário da lotérica exibiu vídeo mostrando o desespero da empregada ao descobrir que a combinação certeira havia ficado na gaveta. Os apostadores estão entrando na Justiça para tentar receber o prêmio.

Leia mais sobre Mega-Sena .

    Leia tudo sobre: mega-sena
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.