assistida pela internet." / assistida pela internet." /

Caio Tulio Costa fala sobre ética e jornalismo no programa ¿Roda Viva¿ da TV Cultura

SÃO PAULO - O diretor-presidente do iG, Caio Tulio Costa, é o convidado do programa ¿Roda Viva¿ desta segunda-feira. A atração, mediada pela jornalista Lillian Witte Fibe, vai ao ar às 22h40, na TV Cultura, e também pode ser http://www.tvcultura.com.br/rodaviva/aovivo.asp target=_topassistida pela internet.

Redação |

Agência Câmara
Caio Tulio
Diretor-presidente do iG, Caio Tulio
Segundo o diretor do Roda Viva, Marcelo Bairão, o programa vai abordar principalmente os temas desenvolvidos por Costa em sua tese de doutorado, intitulada Moral provisória ¿ Ética e jornalismo: da gênese às novas mídias. Defendida em junho de 2008 na Escola de Comunicações de Artes da Universidade de São Paulo, a tese é inspirada no curso de Ética Jornalística que Costa ministra na Faculdade Cásper Líbero desde 2003.

O Roda Viva não tem pauta porque nunca sabemos o que os jornalistas vão perguntar. A entrevista deve girar em torno das questões éticas da imprensa que o Caio abordou em sua tese, explica Bairão, citando o comportamento da mídia na cobertura da morte da menina Isabella Nardoni - atirada do sexto andar de um prédio em março de 2008 - como um dos possíveis casos a serem debatidos no programa.

Bairão afirma que também será discutida a resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que impõe limites à propaganda eleitoral realizada na internet, restringindo a ação de candidatos na rede a um único site para cada. A resolução não deixa claro se blogs, sites de relacionamento como o Orkut, ou de vídeos como o Youtube podem ser usados, mas, na prática, o que não estiver previsto fica proibido.

Caio Tulio Costa criticou a medida durante audiência pública da Comissão de Ciência, Tecnologia e Informática (CCTCI), realizada na Câmara dos Deputados no início do mês de julho.

Ela asfixia os eleitores, que ficarão impedidos de ter maior acesso às informações pela internet; prejudica o candidato, que ficará limitado à propaganda feitam em sua própria página; afeta os portais, que são tratados como concessões públicas e não empresas privadas; e atinge as finanças da própria internet, porque as empresas não podem vender espaço para a propaganda eleitoral nos sites, afirmou.

Os jornalistas convidados a entrevistar Caio Tulio Costa no Roda Viva são Carlos Eduardo Lins da Silva, ombudsman do jornal Folha de S.Paulo, Luiz Garcia, colunista do jornal O Globo, Mário Sérgio Cortella, professor-titular do Departamento de Teologia e Ciência da Religião da PUC-SP, e Lia Rangel, do jornalismo da TV Cultura/Web. A reprise do programa acontece nesta terça-feira, à 1h30.

Caio Tulio Costa é jornalista, professor e diretor presidente do iG. Durante sua passagem pelo jornal "Folha de S.Paulo", foi o primeiro ombudsman da imprensa brasileira, experiência que relatou no livro "Ombudsman - O Relógio de Pascal" (lançado pela editora Siciliano em 1991 e reeditado pela Geração Editorial em 2006). Também é autor dos livros "O que é Anarquismo?" (Brasiliense, 1981) e "Cale-se" (A Girafa, 2003).

    Leia tudo sobre: caio túlio costa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG