Ministério da Educação decidiu retirar dos critérios de desempate do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) a antecedência na inscrição. Apesar de ser o sexto critério, os problemas ocorridos no acesso desde sexta-feira causaram nervosismo entre os candidatos.

O MEC decidiu que, se acontecer empate em todas as notas das cinco áreas avaliadas, vai garantir vaga aos candidatos empatados.

A avaliação é que isso dificilmente acontecerá. Depois da nota geral, os critérios de desempate são a nota na prova de redação e, em sequência, em linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas. Só então entraria a antecedência na inscrição.

Até as 18h, 472 mil candidatos haviam conseguido efetivar suas matrículas para concorrer a uma das 47,9 mil vagas em 51 instituições federais.

Segundo o ministério, os problemas de lentidão registrados na sexta e no fim de semana, especialmente na Região Sudeste, estavam resolvidos. A primeira etapa vai até quarta-feira. A segunda etapa será aberta no dia 15 de fevereiro, mas apenas com as vagas que sobrarem da matrícula inicial.

Apesar de 2,6 milhões de pessoas terem feito o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) e estarem aptas a tentar uma vaga, a expectativa do MEC é que cerca de 800 mil realmente se inscrevam.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.