Caetano lança novo CD após divulgar músicas em shows

Zii e Zie, novo CD de Caetano Veloso, tem dois subtítulos: Transambas e Transrock. Os fãs sabem o porquê dessas escolhas.

Agência Estado |

Há dez meses, eles acompanham a gestação do disco no blog do compositor, www.obraemprogresso.com.br. E, no ano passado, em uma série de shows, puderam conhecer as músicas, em parte já com os arranjos do CD.

A sonoridade foi desenvolvida com a banda Cê: o guitarrista Pedro Sá (diretor do projeto, com Moreno Veloso, filho do compositor), o baixista e tecladista Ricardo Dias Gomes e o baterista Marcelo Callado, jovens que se juntaram para o CD 'Cê' (2006), o que ficou conhecido como o “disco de rock” do baiano.

Antes disso, quando ainda preparava 'A Foreign Sound' (2004), Caetano sonhava com um CD de sambas, “do pagode baiano até a bossa nova mais refinada, passando por formas bem tradicionais de samba carioca, voltando à coisa de samba de roda, chula do Recôncavo, de uma maneira mais pura”, como ele explica. Mas o encontro com os “meninos” mudou o rumo do que se seguiria.

'Zii e Zie' (tios e tias, em italiano) não é um “disco de samba”, tampouco é “dominado pelo samba”. No lugar do cavaquinho, pandeiro, tamborim e companhia, o trio guitarra-baixo-bateria, além do violão de Caetano. Dez das 13 faixas saíram de seu instrumento e foram trabalhadas com os músicos depois - o que acontecia em 'Cê'. Não se trata de mera continuação, mas de um “aprofundamento” da experiência anterior - “Zii e Zie não será ir mais fundo no que há no Cê, mas ir a lugares aonde o Cê não foi”, ele escreveu no blog.

Duas faixas-chave para compreender esse caminho são regravações: Incompatibilidade de Gênios , de João Bosco e Aldir Blanc, e Ingenuidade , do sambista carioca Serafim Adriano, curiosamente também regravada por Bosco (entrará no seu CD a ser lançado em breve). Ambas são de 'Clementina de Jesus - Convidado Especial: Carlos Cachaça', de 1976, e estavam vivas na memória de Caetano.

Perdeu , Sem Cais , Por Quem? , Lobão Tem Razão , A Cor Amarela , A Base de Guantánamo , Falso Leblon , Tarado Ni Você , Lapa e Diferentemente são canções testadas nos shows da série Obra em Progresso. As apresentações lotaram o Vivo Rio e o Teatro do Leblon e deram o que falar, assim como o blog, que chegou a reunir comentários de mais de 500 pessoas num só post. Para Caetano, a divulgação prévia não diminuiu o interesse pelo CD. As informações são do Jornal da Tarde.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG