Caderno de Picasso roubado vale 3 milhões de euros, afirma ministra francesa da Cultura

PARIS ¿ A ministra francesa da Cultura, Christine Albanel, avaliou nesta quarta-feira em cerca de 3 milhões de euros o caderno de desenhos de Picasso, cujo roubo foi descoberto terça-feira no museu Picasso em Paris, e destacou que a obra é praticamente invendável.

AFP |

"Este caderno de croquis não me parece ter valor comercial, no sentido de poder ser vendido facilmente. Trata-se de uma série de desenhos feitos com lápis durante os anos 20", declarou Albanel durante uma entrevista coletiva no museu.

"Todo mundo considera que este caderno tem mais um valor científico, e os números que foram adiantados me parecem exagerados. Penso que vale na verdade cerca de 3 milhões de euros, e não 8", prosseguiu a ministra, afirmando não acreditar que o roubo tenha acontecido "em pleno dia".

A estimativa de 8 milhões de euros tinha sido anunciada terça-feira por uma fonte próxima à investigação.

Leia mais sobre: Picasso

    Leia tudo sobre: picasso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG