Caderno de desenhos de Picasso é roubado de museu em Paris

PARIS ¿ O roubo de um milionário caderno de desenhos do pintor espanhol Pablo Picasso foi constatado nesta terça-feira (09) no museu do artista em Paris, informou a Polícia francesa.

Redação com agências internacionais |

AFP

Caderno estava em prateleira de vidro disposta no museu Pablo Picasso, em Paris

Avaliado entre 7 e 10 milhões de euros (quase 14 milhões de dólares), a obra teve seu roubo constatado por volta do meio-dia de hoje, dia da semana em que o museu está fechado ao público.

"A vitrine não estava fechada porque a fechadura estava quebrada", explicou um funcionário do museu, especificando que o caderno exposto estava em um lugar difícil de supervisionar.

O museu ¿ que fica em uma casa do século 17, no bairro de Marais, no centro de Paris ¿ reúne mais de 250 pinturas e 1,5 mil desenhos de Picasso, considerado por muitos o maior artista do século 20. O local deve permanecer fechado nos próximos meses para uma restauração prevista para durar dois anos e custar 20 milhões de euros.

As circunstâncias e a data exata do crime não foram determinadas, embora se cogite que o roubo tenha acontecido a partir de segunda-feira. A investigação está a cargo da Brigada de Repressão da Grande Delinquência (BRB) e da polícia judicial.

Leia mais sobre: Picasso

    Leia tudo sobre: picasso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG