Cabral diz que situação no Rio é tranquila, mas determina aumento da segurança da cidade

Brasília e Rio de Janeiro - O governador de do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, que está em Brasília participando de uma reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, disse há pouco que vai entrar em contato com o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e pedir para que ele coloque em alerta máximo a Guarda Municipal.

Agência Brasil |

Segundo Cabral, a medida é preventiva porque, apesar da falta de energia, a situação na cidade é tranquila. O governador também determinou que o Batalhão de Operações Especiais (Bope) fosse para as principais vias da cidade a fim de garantir a segurança dos motoristas. Ele pediu ainda que a Secretaria de Saúde e Defesa Civil coloque ambulâncias nas ruas.

O Rio de Janeiro, segundo o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, é o estado mais atingido pelo apagão que deixou sem luz também parte do estado de São Paulo, o sul de Minas Gerais, e os estados de Goiás, de Mato Grosso do Sul, do Paraná e o Paraguai.

A falta de energia causa problemas principalmente para o trânsito. No Rio de Janeiro os sinais de trânsito estão desligados e a circulação de veículos está complicada nas principais vias da cidade como a Linha Amarela, Ponte Rio-Niterói, a Avenida Brasil e a Linha Vermelha.

Na cidade de São Paulo a situação também é a mesma com o trânsito apresentando problemas nos principais corredores de tráfego.

    Leia tudo sobre: blecaute

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG