menino do Rio - Brasil - iG" /

Cabral diz que Lula é um menino do Rio

RIO DE JANEIRO - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi definido nesta segunda-feira como menino do Rio pelo governador Sérgio Cabral Filho (PMDB) em discurso de palanque no município de Itaguaí, no sul fluminense, após assinatura que autorizou o início das obras do Arco Metropolitano, mais um capítulo do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no Estado.

Agência Estado |


ABr/Valter Campanato
Lula e Cabral trocam afagos em evento no Rio
"O presidente Lula, graças a Deus, só tem dois lugares a que ele vai mais do que o Rio: Brasília, porque não tem jeito, e São Bernardo do Campo, porque ele tem apartamento lá. Fora isso, ele é o menino do Rio. O presidente não sai do Rio, graças a Deus", declarou Cabral.

O governador criticou indiretamente a antecessora Rosinha Garotinho (2003-2007), também do PMDB, ao afirmar que "acabou a fase do chororô, da reclamação, do político que gosta de se destacar negando, criticando e falando mal".

"Agora, temos parceria", disse o governador. Ele terminou o discurso citando novamente o presidente. "Lula, o povo do Rio lhe ama e agradece muito."

Em seu discurso, o presidente retribuiu, com uma ressalva: "Nunca consegui colocar o pé na areia de Copacabana. Eu só espero, querido companheiro Sérgio, que esse negócio de me chamar de menino do Rio esteja valendo para você me convidar para tomar banho numa praia do Rio. Você sabe que molhar o joelho numa praia de vez em quando faz bem, e eu não tive essa chance ainda."

Lula também citou indiretamente a ex-governadora Rosinha. "Eu sou a prova de quantas vezes tentamos fazer (o Arco Metropolitano) e não encontramos parceria suficiente."

Antes do discurso dos dois, o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, havia citado, também indiretamente, a ex-governadora. "Tentei diversas vezes começar a obra no primeiro mandato. Mas Deus escreve certo por linhas tortas."

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa do casal Garotinho foi sucinta: "Sem comentários."

Leia mais sobre: Lula

    Leia tudo sobre: lula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG