A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo começou a receber as primeiras doses da vacina contra a gripe suína (H1N1), que serão distribuídas para o País durante a próxima campanha nacional de vacinação. Desde o dia 30, chegaram ao Instituto Butantã 5,6 milhões de doses, de um total de 41 milhões que a entidade receberá até março.

Os lotes foram comprados pelo Ministério da Saúde de laboratórios da França e dos Estados Unidos. Caberá ao órgão federal organizar a campanha de vacinação no País e definir os critérios de prioridade para que as pessoas sejam vacinadas.

Dos 41 milhões de doses de vacina contra a gripe suína encomendadas pelo Ministério da Saúde, um milhão chegará pronto ao Instituto Butantan e ficará disponível para distribuição no País de acordo com as regras definidas pelo órgão federal. Dessas, 600 mil já estão em São Paulo.

Outras 17 milhões de doses virão a granel, e o concentrado será formulado, envasado e rotulado pelo Butantan. Desse lote, 5,6 milhões já estão no instituto. Em março, virão dos Estados Unidos mais 23 milhões de doses, que serão rotuladas pela entidade.

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), e o secretário estadual da Saúde, Luiz Barradas Barata, visitam hoje à tarde a divisão do Instituto Butantan responsável por receber as vacinas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.