Chega a 28 o número de vítimas do acidente com um avião Bandeirante ocorrido no último sábado (7) no Amazonas, informou há pouco a Defesa Civil do Estado. Quatro delas sobreviveram.

As buscas haviam sido interrompidas à noite por conta do mau tempo, mas foram retomadas na manhã deste domingo. Após a localização dos sobreviventes e de 24 corpos, as buscas foram encerradas por volta das 11 horas.

A aeronave EMB 110 decolou do Aeroporto de Coari às 12h30 de sábado rumo a Manaus. Vinte minutos antes de chegar ao destino, o piloto teria pedido autorização à torre de controle para retornar a Coari. A queda se deu a 500 metros da pista do aeroporto. De acordo com a Defesa Civil, uma pane no motor pode ter causado o acidente.

AE
Parentes das vítimas aguardam notícias sobre o acidente

Queda

O avião chegou a avisar a torre do aeroporto de Manaus que voltaria para Coari por causa do mau tempo, mas logo depois sumiu do radar do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta). 

Reprodução BandNews
Imagem de modelo igual ao do avião que caiu
Segundo Paulo Roberto Pereira, assessor de imprensa da Manaus Aerotáxi, empresa dona do avião, imediatamente foi acionado o Salvaero que deu início às buscas com apoio de uma equipe do Corpo de Bombeiros do Amazonas.

Um dos sobreviventes disse às autoridades que um dos motores falhou em pleno voo, e por isso o piloto tentou fazer um pouso de emergência no aeroporto de Manacapuru, caindo a 500 metros da cabeceira da pista.

A aeronave havia partido da cidade de Coari e tinha como destino a capital do Estado, Manaus, em um vôo fretado. 

Segundo informaçoes, mais de 40 homens trabalharam no resgate, entre Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Civil.


Local do acidente

Lista de sobreviventes divulgada pela Prefeitura de Manacapuru:

  • Yan da Costa, de 9 anos
  • Ana Lúcia Láurea, de 43 anos
  • Eric da Costa Pessoa, de 23 anos
  • Brenda Morais, de 21 anos

Com informações da Efe e Agência Estado

Leia mais sobre acidente de avião

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.