Burocracia causa demora em cadastramento dos servidores no Senado, diz Heráclito

BRASÍLIA - O Primeiro Secretário do Senado, Heráclito Fortes (DEM-PI), avaliou que a burocracia e o detalhamento exigido no recadastramento dos servidores da Casa foi o que ajudou na demora do preenchimento de cadastramento e a necessidade de prorrogação do prazo.

Camila Campanerut, repórter em Brasília |

O período de recadastramento era de um mês, de 27 de agosto a 27 de setembro. É a primeira vez que a Casa Legislativa terá um levantamento sobre os funcionários efetivos e comissionados. Até o prazo final, apenas cerca de 60% tinham respondido, segundo levantamento do Senado.

O procedimento, instalado neste ano, é obrigatório. Ele será anual e tem como objetivo formar uma base única e integrada de dados. O não-cadastramento pode gerar medidas administrativas contra os servidores.

Os funcionários do Senado Federal terão até o dia 16 de outubro para fazer o recadastramento.

Leia mais sobre: servidores

    Leia tudo sobre: servidoresservidores públicos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG