Bruno diz que está sofrendo com desaparecimento de Eliza

Goleiro afirmou nesta quinta-feira que viu a jovem pela última vez há três meses

iG Rio de Janeiro |

O goleiro Bruno quebrou o silêncio nesta quinta-feira e afirmou a jornalistas que está sofrendo com o desaparecimento de Eliza Samudio, de 25 anos. Bruno realizou atividades físicas pela manhã no Centro de Treinamento Ninho do Urubu, em Vargem Grande, zona oeste do Rio. Ele foi afastado do elenco do Flamengo pela presidente Patrícia Amorim por tempo indeterminado e não viajou com os outros atletas para Itu, no interior de São Paulo, onde está sendo realizada a intertemporada durante a pausa do Campeonato Brasileiro para a Copa do Mundo.

AE
Goleiro Bruno quebra silêncio e fala com jornalistas após treino no Rio de Janeiro

O goleiro afirmou que está torcendo para que a jovem, com quem mantinha um relacionamento extraconjugal, apareça e resolva toda a situação. Bruno classificou de “constrangedor” o momento pelo qual está passando, em que é suspeito pelo desaparecimento da jovem.

“É meio constrangedor. Mas Deus sabe o que faz. Estou torcendo muito para que ela possa aparecer e resolver logo essa situação. É muito chato e eu estou sofrendo com isso. Eu vi a entrevista do pai dela. Eu quero que ela apareça”, afirmou a jornalistas. Bruno disse ainda que a última vez que viu Eliza foi há dois ou três meses. “Eu estive com ela, não sei dizer muito bem, foi a uns dois ou três meses atrás quando fui conhecer a criança”.

nullO jogador se esquivou de algumas perguntas, alegando ter sido orientado pelo advogado Michel Assef Filho a não fornecer informações sobre o caso. Questionado sobre o bebê, ele disse que foi o amigo, conhecido como Macarrão, que levou o filho de Eliza até sua residência em Belo Horizonte. “Quem trouxe a criança para o meu sítio foi o Macarrão, então ele pode responder melhor do que eu”.

Recompensa

A família da estudante Eliza Samudio, de 25 anos, que desapareceu há quase um mês, está oferecendo uma recompensa de R$ 5 mil a quem der informações sobre o paradeiro da jovem por meio do Disque-Denúncia. Segundo a madrasta da jovem, Silvia Samudio, ela e o marido vão viajar ainda esta semana para Belo Horizonte para acompanhar as investigações da polícia. “Ainda não sei o dia, mas nós vamos viajar. O meu marido quer ficar mais perto, saber mais sobre as investigações”, disse ao iG .

Silvia afirma ainda que Bruno não entrou em contato com a família desde o desaparecimento de Eliza, tampouco buscou informações sobre o suposto filho que teria tido com a jovem. O bebê de apenas quatro meses está com o avô materno em Foz do Iguaçu desde semana passada.

Sumiço

O goleiro Bruno é considerado suspeito pelo desaparecimento de sua ex-namorada Eliza Samudio. Uma testemunha afirmou ter visto a jovem na casa do sítio de Bruno em depoimento à polícia, nesta quarta-feira.

Eliza é mãe de Bruninho, que seria filho do jogador, de quatro meses. Na última semana, a polícia recebeu uma denúncia de que a jovem havia sido espancada por três pessoas no sítio do atleta, localizado no município de Esmeraldas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG).

Segundo investigações, o atleta do Flamengo não concordava em assumir a paternidade do suposto filho, nascido após o fim do namoro, no ano passado. O bebê, que também estava desaparecido, foi encontrado pela polícia na casa de uma amiga da atual mulher do jogador, Dayane Souza, e agora está sob a guarda do avô materno em Foz do Iguaçu (PR).

De acordo com advogado da família da jovem, Jader Marques, o processo de reconhecimento da paternidade estava "avançado" e não havia outro motivo para que Eliza estivesse em Minas não fosse o de tratar do caso.

*com informações da Gazeta Esportiva

    Leia tudo sobre: Brunogoleiroeliza samudiodesaparecimento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG