Britney Spears ignora ameaças de mortes e mantém shows na Rússia

São Petersburgo (Rússia), 19 jul (EFE).- A cantora Britney Spears fará um show hoje em São Petersburgo e na terça-feira se apresentará em Moscou, apesar de ter recebido ameaças de morte por e-mail, mas não ficará hospedada na Rússia.

EFE |

Os organizadores da turnê, a corporação PMI, disseram que a artista ficará em Helsinque, capital da Finlândia, enquanto seus filhos permanecerão em Londres, informou a emissora de rádio "Eco de Moscou".

Britney, de 27 anos, teme por sua segurança e pela de seus filhos -Sean Preston, de 3 anos, e Jayden James, de 2-, e, por isso, decidiu tomar as precauções necessárias.

Apesar de São Petersburgo ter inúmeros palácios, museus e canais da época czarista, a cantora não tem a intenção de passear e ficará na cidade por apenas algumas poucas horas.

O primeiro show de Britney na Rússia acontece hoje à noite no Palácio de Gelo, que tem capacidade para 15 mil pessoas.

Os organizadores afirmam que todos os ingressos já foram vendidos. O preço das entradas pode chegar a 20 mil rublos (450 euros).

Britney, que viajará para São Petersburgo acompanhada de 200 pessoas, entre artistas, cozinheiros e representantes, exigiu meia tonelada de cubos de gelo para refrigerantes e 200 toalhas de uma só cor para o show.

A cantora também proibiu o consumo de álcool nos bastidores e entre outras exigências figuram um carrinho motorizado para se movimentar pelo Palácio de Gelo.

O palco, que terá com telões e móveis decorados, será circular e o público ficará em torno do mesmo, com o que poderão ver de perto os efeitos especiais da apresentação.

O show faz parte da turnê mundial "Circus", inspirada no mundo do circo.

Na terça Britney se apresenta em Moscou, após o que seguirá para Londres. EFE ak/db

    Leia tudo sobre: britney spears

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG