Briga em escola termina em morte de adolescente no Rio de Janeiro

RIO DE JANEIRO - Uma briga em uma escola terminou com a morte da adolescente Thamires de Paiva Miranda, de 15 anos, na noite de quarta-feira, em Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro. O motivo foi uma discussão com uma colega.

Agência Estado |

A confusão entre as jovens envolveu os namorados. Um deles se vingou com a ajuda de homens armados, que foram até a casa de Thamires e atiraram com pistolas e um fuzil contra a menina e o namorado dela, que escapou ileso.

Em depoimento à 35ª Delegacia de Polícia de Campo Grande, o namorado de Thamires, Jacson Generoso, de 24 anos, contou que recebeu uma ligação dela em que dizia ter sido agredida por uma aluna e seu namorado. Jacson foi até a escola da namorada e trocou socos com o rapaz, ainda não identificado. "Voltamos de carro para a minha casa. Ao chegar, notei que um Palio e um Cross Fox pararam atrás. Acho que saíram três homens de cada carro. O mais velho me abordou como um policial. Ordenou que eu colocasse a mão na cabeça e me deu um tapa na cara. Caí no chão e levei um chute. Quando ele pegou a arma, eu disse para a Thamires correr e fugi", disse.

Ele conseguiu escapar pulando o muro. Thamires foi atingida por um tiro de fuzil na perna e outros dois disparos nas costas. A menina chegou a ser socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada para o Hospital Rocha Faria, em Campo Grande, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

De acordo com policiais da 35ª Delegacia de Polícia, os atiradores já foram identificados, mas ninguém foi preso. Os alunos contaram que o pai da colega da vítima seria policial e as duas alunas já tinham se desentendido anteriormente.

Leia mais sobre: violência no Rio de Janeiro

    Leia tudo sobre: alunosbrigario de janeiroviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG