Brasileiro ganha prêmio Tony de teatro nos EUA

O barítono brasileiro Paulo Szot, de 38 anos, venceu na noite deste domingo o Prêmio Tony, na categoria Melhor performance de ator principal em musical , em Nova Iorque (EUA).

Redação |

O paulista Szot, premiado por sua atuação no musical "South Pacific", foi o primeiro brasileiro a erguer um troféu Tony, o maior prêmio do teatro americano.

Getty Images
O ator também já ganhou o Drama Desk Critic Award for Oustanding Actor in a Musical, o Outer Critics Circle Award e o Theatre World Award, três dos maiores prêmios do teatro em Nova Iorque.

Além de Szot, "South Pacific" levou os prêmios de melhor diretor de musical (Bartlett Sher), melhor cenário, melhor figurino, melhor iluminação e melhor som.

O diretor disse que os espectadores se identificaram com a peça devido à tensão racial nos tempos de guerra, questão presente na corrida presidencial norte-americana, com a nomeação de Barack Obama como candidato democrata.

"A recepção foi completamente impressionante', disse Sher a repórteres, acrescentando que a peça "conseguiu atingir esse racha estranho que cerca a eleição".

Szot fez sua estréia profissional aos 28 anos na ópera "O Barbeiro de Sevilha", no Teatro Municipal de São Paulo. Desde então, cantou em grandes e pequenas óperas e estava em "Le Nozze di Figaro" (As Bodas de Fígaro), em Boston, quando recebeu uma chamada do agente para fazer um teste num musical com o diretor Bartlett Sher na remontagem de "South Pacific", no Lincoln Center.

Além do prêmio de melhor ator, "South Pacific" levou o prêmio de direção, cenografia, iluminação, som, figurino e melhor "revival".

* Com informações da Reuters

Leia mais sobre: teatro

    Leia tudo sobre: teatrotony awards

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG