Um operador de máquinas agrícolas brasileiro foi preso pela promotoria do Departamento (Estado) de San Pedro, no Paraguai. Segundo a delegacia de San Estanislao, Mauricio Manin, encarregado de uma propriedade dedicada ao cultivo de soja, é acusado de desmatamento em uma zona de florestas naturais protegidas.

A promotora Lilian Ruiz informou hoje, em entrevista à emissora de rádio Ñasaindy, de San Estanislao, que "um empregado de uma propriedade situada na localidade Cruce Liberación foi encontrado realizando tarefas de risco ambiental sem autorização legal". Cruce Liberación é um povoado perto de San Estanislao, a segunda maior cidade do Departamento, a 220 quilômetros ao norte de Assunção.

A promotora afirmou que recebeu denúncias dos sem-terra paraguaios sobre irregularidades na área. "Cheguei na sexta-feira passada à propriedade acusada e vi que Manin tinha autorização do Ministério do Meio Ambiente para fumigar, mas ele estava cortando árvores", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.