Brasileiras são as que mais sofrem com a TPM

Brasileiras são as que mais sofrem com a TPM Por Lola Félix São Paulo, 17 (AE) - As mulheres brasileiras sofrem mais de tensão pré-menstrual (TPM) do que as européias e as norte-americanas, diz um estudo inédito realizado por pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e do Centro de Pesquisa em Saúde Reprodutiva de Campinas (Cemicamp). Na pesquisa, realizada com 860 mulheres, 80% disseram que têm ou já tiveram TPM.

Agência Estado |

No resto do mundo, esta porcentagem fica em torno de 60%. O coordenador da pesquisa, o ginecologista Carlos Alberto Petta, acredita que o fator cultural está muito presente. "As latinas, normalmente, relatam mais dores. A percepção da dor é diferente de uma cultura para outra", diz ele.

O objetivo da pesquisa foi avaliar de que forma a TPM afeta a qualidade de vida e o dia-a-dia das mulheres e quais atitudes são tomadas para evitar os sintomas.

A tensão pré-menstrual é uma síndrome caracterizada por mudanças físicas e hormonais que atinge as mulheres até 15 dias antes do início da menstruação e só pára um dia após o começo dela. Os sintomas podem ser físicos, psicológicos ou, como observado em 95% dos casos, uma mistura dos dois. "Quando os dois tipos de sintomas estão presentes, o impacto da TPM no dia a dia das mulheres é maior", diz Petta.

A arquiteta Juliana Sauaia Alboléa, de 23 anos, está entre os 95% que reclamam de sintomas de ambos os tipos. Dias antes da menstruação chegar, ela sente muita irritação, chora sem motivo, além de ter inchaço e dor nos seios.

Mas, na hora de procurar ajuda, ainda prevalece a vergonha em falar sobre os sintomas. Mais da metade das mulheres (58,2%) com sintomas físicos e emocionais não tinham consultado um médico. "Este estudo mostra a necessidade dos médicos abordarem mais o tema nas consultas com suas pacientes", afirma Petta.

A próxima etapa do estudo será avaliar a opinião dos homens brasileiros sobre a TPM para saber como a síndrome das mulheres os afetam e o que eles fazem para lidar com o problema.

Boxe 1: COMO ALIVIAR OS SINTOMAS DA TPM
- Pratique alguma atividade física;
- Abuse da vitamina B6, encontrada em alimentos como carne de porco, gérmen de trigo, aveia, cereais em grão, arroz integral, banana, batata, leguminosas, leite, aves e atum;
- Procure fazer massagens. A drenagem linfática costuma
aliviar o inchaço;
- Evite o consumo de gordura saturada, chás, cafés, refrigerantes à base de cola, açúcar refinado e sal;
- Dê preferência aos alimentos com vitamina E, como óleos (soja e girassol), nozes, vegetais de folhas verdes e cereais integrais;
- Alimentos que contenham magnésio, como alguns legumes, verduras, frutos do mar, grãos integrais e nozes, auxiliam na redução da retenção de líquido, comum no período;
- Evite o cigarro;

Boxe 2: SINTOMAS FÍSICOS
- Fadiga;
- Dor de cabeça (cefaléia);
- Inchaço dos pés e das mãos;
- Dor nas mamas;
- Distensão abdominal;
- Cólicas;
- Alterações repentinas do apetite;

Boxe 3: SINTOMAS PSICOLÓGICOS
- Irritabilidade;
- Depressão ou desespero;
- Ansiedade;
- Tristeza repentina;
- Choro;
- Raiva e fúria;
- Tensão;
- Oscilações súbitas de humor;

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG