Tamanho do texto

A alagoana Luciene Maria da Silva, de 24 anos, foi encontrada morta no domingo em uma casa de shows onde trabalhava na província de La Rioja, no Norte da Espanha. A família de Luciene pediu ajuda do Itamaraty para a transferência do corpo da brasileira para Maceió.

A polícia espanhola trabalha com a hipótese de suicídio. A jovem teria deixado uma carta declarando seu amor pela mãe e filha, que moram na periferia da capital alagoana.

Maria José da Silva, mãe da brasileira, disse que enviou, por e-mail, informações de Luciene e dados que recebeu sobre a morte da filha para o Itamaraty, na esperança que a Embaixada Brasileira na Espanha providencie a translado do corpo da jovem para o sepultamento em Maceió. Maria José revelou ainda que na tarde de ontem uma mulher identificada apenas como Rejane teria ligado da Espanha informando que o corpo de Luciene ainda não havia sido liberado do Instituto Médico Legal.