Tamanho do texto

BRASÍLIA (Reuters) - Conversas há muito tempo paralisadas sobre um acordo de comércio entre a União Européia e o bloco Mercosul devem progredir no segundo semestre, disse o Ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, nesta quinta-feira. Em um cenário ou outro, poderemos avançar com a União Européia mais rápido no segundo semestre, disse Celso Amorim a jornalistas.

'Até a segunda metade do ano, estará claro se Rodada de negócios de Doha falhou ou quais serão os principais pontos de um acordo', afirmou Amorim.

Os diálogos entre a UE e o Mercosul, que se iniciaram em 1999, foram relegados a um segundo plano para as esgotadas negociações da chamada Rodada de Doha, que parece chegar a um estágio definitivo.

Autoridades da UE e do Mercosul se encontrariam em Bruxelas nesta semana para avaliar o estado das negociações.

O diálogo foi atrapalhado pelas mesmas razões que seguraram as negociações globais da Rodada de Doha --a retirada dos subsídios agrícolas europeus e maior acesso aos bens industriais europeus aos mercados sul-americanos.

Líderes industriais brasileiros pediram ao governo que não se fiasse exclusivamente na Rodada de Doha, mas que seguisse conversas bilaterais mais agressivamente.

(Reportagem de Raymond Colitt)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.