Brasil tem 10o caso confirmado de gripe H1N1

SÃO PAULO (Reuters) - O Ministério da Saúde confirmou nesta quarta-feira o 10o resultado positivo para o vírus H1N1 no país. O novo caso refere-se a um paciente do Rio de Janeiro que esteve nos Estados Unidos. De acordo com nota do ministério, o paciente viajou aos EUA no dia 14 de maio e retornou ao Brasil no dia 21.

Reuters |

"No dia seguinte, começou a apresentar os sintomas (tosse seca, cefaléia, mal estar e febre com temperatura aferida acima de 38 graus). No dia 24 de maio, procurou um serviço médico. Está em tratamento e passa bem", disse o ministério.

Com essa confirmação, sobe para 10 o número de casos da doença, conhecida como gripe suína, no Brasil. Oito deles já receberam alta.

Os casos confirmados foram registrados nos Estados do Rio de Janeiro (4), São Paulo (3), Minas Gerais (1), Rio Grande do Sul (1) e Santa Catarina (1).

"Para todos os casos, estão sendo realizados busca ativa e monitoramento de todas as pessoas que estabeleceram contato próximo com esses pacientes", diz o comunicado.

Entre os casos registrados, dois foram contraídos dentro do território brasileiro, o que faz do país um dos 16 no mundo que apresentaram a chamada transmissão autóctone.

Apesar disso, o Ministério da Saúde considera que não há evidências de uma transmissão sustentada de pessoa para pessoa do vírus H1N1 no país, já que os pacientes contaminados são muito próximos de um primeiro paciente que contraiu a doença durante viagem ao México, onde a epidemia começou.

O Ministério da Saúde informou ainda que acompanha em oito Estados 16 casos suspeitos da gripe H1N1, um a mais que o registrado na terça-feira. Existem ainda 19 casos em monitoramento, e até o momento 315 foram descartados.

A gripe H1N1 infectou quase 13.000 pessoas no mundo todo e matou 92, a maioria no México, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

"Segundo a OMS, o México, os EUA e o Canadá são considerados países com transmissão sustentada. A letalidade no mundo é de 0,70 por centro", disse o ministério brasileiro.

(Reportagem de Tatiana Ramil)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG