BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta quarta-feira a suspensão da exigência de licenças prévias para as importações brasileiras adotada há poucos dias. Essa medida foi mal interpretada, causou ruídos, disse Mantega a jornalistas.

Ele citou que a medida havia sido anunciada para que o governo pudesse fazer um monitoramento mais preciso da balança comercial, diante da crise global.

As novas licenças, impostas a cerca de 60 por cento das importações brasileiras em um momento de forte deterioração das contas comerciais brasileiras, haviam gerado intensas críticas por parte da indústria.

(Reportagem de Isabel Versiani)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.