A vacina para combater a influenza A (H1N1) no Brasil só será produzida pelo Instituto Butantã a partir de 2010. O secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Reinaldo Guimarães, negou que a ausência de uma vacina ainda para este ano se deva ao fato de a Organização Mundial da Saúde (OMS) não ter enviado a cepa do vírus ao Butantã.

A vacina, segundo Guimarães, irá combater uma "eventual segunda onda" da pandemia no Brasil, prevista pelo ministério para o próximo inverno. "A vacina não servirá agora, mas esse não é um problema grave", avaliou.

O secretário reforçou que as pessoas que apresentam sintomas gripais devem se precaver procurando atendimento médico em postos de saúde e ambulatórios. "Apenas os que tiverem um agravamento [do quadro clínico] serão encaminhados para hospitais de referência", disse. O Brasil já teve 11 mortes confirmadas e registra 1.175 casos. O Ministério da Saúde está divulgando boletins estatísticos apenas às quartas-feiras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.