BRASÍLIA - A população brasileira vai alcançar seu limite e iniciar um processo de redução e superenvelhecimento em 2030. A previsão é do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) a partir de análise dos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2007. Tal perspectiva, de acordo com o diretor do Instituto, Jorge Abrahão, vai exigir a imediata reformulação de uma série de políticas públicas.

Acordo Ortográfico

"Não é trivial o que vão acontecer com a população brasileira. Vai haver mudanças no comportamento e teremos implicações seriíssimas para as políticas públicas. Para a educação precisamos de mudanças agora, principalmente de educação básica. É fundamental que pensemos políticas de qualidade para o setor, pois haverá outra demanda social em 2030", disse.

O dado é baseado na atual taxa de fecundidade da população brasileira. Para manter um ritmo estável de crescimento, a natalidade média deveria ser de 2 filhos. No Brasil esse número está em 1,8 e segue em forte desaceleração.

Com isso, em 2030 a população brasileira deve ser de aproximadamente 203,4 milhões de habitantes. Em 2035 o número seria de 200,1 milhões, com reduções ano a ano. Esse rearranjo vai causar uma inversão na pirâmide populacional, fazendo com que existam mais pessoas com 30 ou mais anos e cada vez menos jovens no Brasil.

"A pirâmide já encolheu a base, a população que cresce, desde 2000, é a com mais de 30 anos. A partir de 2020 só cresce a população com mais de 45 anos. Isso vai requerer políticas de saúde para manter o pessoal no trabalho. As empresas vão ter que se adaptar tanto na infra-estrutura para acessibilidade como vai ter de romper preconceitos como a aposentadoria compulsória com 70 anos", disse Ana Amélia Campana, uma das pesquisadoras do Ipea.

De acordo com ela, a pirâmide brasileira será como a do Japão e países do sul da Europa. Com carência de jovens e superenvelhecimento da população, onde a taxa média de fecundidade é 1,3 filhos por mulher.

Veja outros dados do Pnad

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.