RIO - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva garantiu hoje trabalhar com a expectativa de que o Brasil seja o primeiro país a deixar para trás a crise financeira. Ele ressaltou que o consumo de energia tem aumentado e que as demissões pelas empresas caíram em fevereiro.

" Continuo otimista, pois acredito que o Brasil foi o último país a sofrer com a crise e vai ser o primeiro a sair, porque estamos determinados a fazer com que o país consiga vencer mais esse obstáculo " , afirmou o presidente, em visita ao terminal de regaseificação de gás natural liquefeito da Petrobras na Baía de Guanabara (RJ).

Lula ressaltou que durante encontro com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ficou claro que a economia global ainda não chegou ao " fundo do poço " . Ao comparar Brasil e Estados Unidos, Lula destacou as vantagens brasileiras ligadas à existência de bancos estatais, que, segundo ele, garantem recursos para o reaquecimento econômico em momentos de escassez de crédito.

" Sei que nos Estados Unidos as palavras estatizar e nacionalizar são palavrões, mas temos exemplos aqui do Branco do Brasil, Caixa Econômica (Federal) e do BNDES, que bem administrados funcionam de forma extraordinária e são parâmetros para termos crédito " .

(Rafael Rosas | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.