Brasil pretende doar US$10 milhões para reconstrução de Gaza

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil decidiu doar 10 milhões de dólares para ajudar na reconstrução da Faixa de Gaza, atingida por uma ofensiva israelense de três semanas, informou o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, durante discurso em conferência no Egito nesta segunda-feira. Amorim disse, segundo nota do ministério, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu ao Congresso que autorize essa doação com urgência.

Reuters |

Na conferência em Sharm el-Sheikh, doadores internacionais e diversos países prometeram um total de 4,48 bilhões de dólares em ajuda para a economia palestina.

Em seu discurso, o chanceler brasileiro afirmou que a conferência é uma demonstração de solidariedade ao povo palestino e deveria renovar uma resolução para estabelecer um "Estado palestino viável".

"Devem ser imediatamente interrompidos os graves obstáculos à solução da coexistência dos dois Estados, de que são exemplos a expansão dos assentamentos por Israel e o frequente uso da força", disse Amorim, de acordo com transcrição do discurso divulgada no site do Ministério das Relações Exteriores.

O ministro brasileiro pediu que o governo de Israel se empenhe "inteiramente no processo de paz", e destacou a importância da persuasão da comunidade internacional como ingrediente essencial para se chegar à paz.

A ofensiva militar de 22 dias em Gaza matou 1.300 palestinos e 13 israelenses. O conflito começou no final do ano passado e destinava-se, segundo Israel, a conter foguetes lançados da Faixa de Gaza, controlada pelo grupo islâmico Hamas.

(Por Tatiana Ramil)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG