Brasil prefere remediar a prevenir desastres naturais, aponta pesquisa

Brasília - Pesquisa da organização não governamental Contas Abertas apontou que o Brasil gastou dez vezes mais com reparos causados por desastres naturais do que com a prevenção. No ano passado, o governo federal teve custos de R$ 1,3 bilhão com o programa Resposta aos Desastres e Reconstrução e apenas R$ 138 milhões com o de Prevenção e Preparação para Desastres.

Agência Brasil |

Em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional, o professor da Universidade de Brasília (UnB) e doutor em ciência política, Evilásio Salvador, ressaltou que a falta de compromisso dos gestores públicos é responsável por permitir que desastres, como o de Angra do Reis, continuem acontecendo ano após ano.

Nós vamos lidar no próximo ano, nessa mesma época, com cheias, águas, com todos esses desastres naturais. Ou seja, temos um ano para remover a população, para ter um plano habitacional sério de médio e longo prazo para que coloque essas pessoas para morarem longe das encostas, afirmou Salvador.

O professor disse que a população precisa cobrar dos governos estadual e federal para que haja um planejamento voltado para a prevenção de desastres. De acordo com pesquisa da Contas Abertas, em 2008 foram gastos apenas R$ 112,6 milhões com prevenção e cerca de R$ 1,2 bilhão com reparo.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG