Brasil emprestará US$ 10 bilhões ao FMI, diz Lula à agência

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quarta-feira, em entrevista exclusiva à Reuters, que o Brasil fará um empréstimo de US$ 10 bilhões ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

Reuters |

"Ontem acertei com o ministro da Fazenda (Guido Mantega) US$ 10 bilhões", disse Lula. "Esse dinheiro entra como empréstimo e o fato de entrar como empréstimo não diminui as nossas reservas. O Brasil não poderia ficar de fora (da contribuição ao FMI)", acrescentou.

Segundo Lula, isso dá ao Brasil "autoridade moral para continuar" reivindicando mudanças "que nós precisamos" no FMI e em organismos multilaterais.

O ministro da Fazenda marcou uma entrevista para a tarde desta quarta-feira, e a expectativa é que ele anuncie o empréstimo ao FMI.

Chique

Anteriormente, durante participação no encontro do G-20 em abril, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva havia afirmado que gostaria de entrar para a história como o presidente que emprestou "alguns reais" para o Fundo Monetário Internacional. "Você não acha chique o Brasil emprestar dinheiro para o FMI?", disse ele. "Eu passei parte da minha juventude carregando faixa contra o FMI no centro de São Paulo."

Leia mais sobre FMI

    Leia tudo sobre: fmi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG