Brasil e Uruguai discutem parceria para construção de porto

BRASÍLIA (Reuters) - Brasil e Uruguai discutiram nesta segunda-feira uma possível parceira para a exploração de reservas uruguaias de minério de ferro e a construção de um porto de grande profundidade para escoar a produção da commodity ou aço, afirmou o assessor de Assuntos Internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia. Segundo ele, o assunto foi tratado no jantar oferecido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva a José Mujica, presidente uruguaio empossado no dia 1o de março.

Reuters |

Garcia disse que o governo brasileiro conversará com empresas da área para saber se há o interesse de investir nesse projeto no país vizinho.

"Ele (Mujica) não quer que seja um porto do Uruguai, mas um porto da Unasul (União das Nações Sul-Americanas), do Mercosul, que seria uma via de escape para a produção de ferro ou para a produção siderúrgica que o Uruguai venha a ter", explicou Garcia a jornalistas após o encontro, acrescentando que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) poderia financiar a obra.

"Poderia combinar perfeitamente essa exploração de ferro com uma siderúrgica e depois com o porto."

O assessor de Lula disse ainda que os dois presidentes chegaram a um acordo para evitar barreiras ao comércio de frangos. "Não haverá restrição nem de um lado nem de outro", disse Garcia.

No jantar, Lula mostrou interesse pelo programa do governo uruguaio que garante computadores a todos os estudantes dos níveis fundamental e médio. De acordo com Garcia, Mujica teria se prontificado a ajudar o Brasil em iniciativa semelhante.

Por outro lado, o presidente brasileiro tentou convencer o colega a trocar o modelo de televisão digital adotado pelo Uruguai.

"Colocamos para eles a possibilidade de eles revisarem a opção de TV digital pelo modelo europeu. Nós estivemos ponderando as vantagens do modelo nipo-brasileiro, que hoje é mais um modelo sul-americano."

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva viajará ao Uruguai no dia 3 de maio.

(Reportagem de Fernando Exman)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG