Brasil é o país onde jovem é mais otimista, revela estudo

O Brasil é o país onde os jovens possuem mais esperança no futuro. A conclusão é do Instituto Gallup World Poll, que pesquisou o chamado Índice de Felicidade Presente e Futuro em 132 países e foi divulgado hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Agência Estado |

De acordo com o levantamento, apesar de viver em um país que ocupa a 52ª posição em renda per capita no mundo, o brasileiro de 15 e 29 anos é o jovem mais otimista quando pensa em sua vida daqui a cinco anos.

Os jovens foram perguntados como classificavam sua expectativa em relação ao futuro na escala de zero a dez. A média dos jovens do Brasil ficou em 9,29. O otimismo juvenil brasileiro bateu o dos jovens norte-americanos (9,11), que ficaram em segundo lugar, seguidos pelos venezuelanos (8.87), franceses (8,78), dinamarqueses (8,78) e canadenses (8).

Na população até 80 anos, os brasileiros também estão em primeiro lugar em otimismo, com uma média de 8,29. "Isto tem relação com o espírito brasileiro. Afinal, o Brasil é um país jovem e acreditar no futuro é ser jovem", afirmou o pesquisador da FGV, Marcelo Néri. O pesquisador disse que o otimismo pode ser resultado do crescimento da renda dos jovens, que, segundo ele, é conseqüência direta do uma maior presença deles no mercado de trabalho.

Felicidade presente

No entanto, os números da pesquisa parecem apontar mais para a crença de que o Brasil é o "país do futuro". No ranking da felicidade presente, os jovens brasileiros despencaram para a para 53º lugar, após atribuírem nota média de 6,6 para a felicidade atual na escala de zero a dez. Os jovens mais felizes do mundo são os israelenses, seguidos por holandeses e finlandeses. Entre os latinos-americanos, os porto-riquenhos são os melhores colocados entre os mais felizes do planeta, na 5ª posição.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG