rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) no Brasil. Dois casos foram registrados em São Paulo, um no Rio de Janeiro e um em Minas Gerais. Todos os pacientes são adultos jovens e passam bem." / gripe suína , anuncia ministério - Brasil - iG" / rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) no Brasil. Dois casos foram registrados em São Paulo, um no Rio de Janeiro e um em Minas Gerais. Todos os pacientes são adultos jovens e passam bem." /

Brasil confirma quatro casos de gripe suína , anuncia ministério

BRASÍLIA - O Ministério da Saúde anunciou nesta quinta-feira a confirmação de quatro casos de gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/04/30/oms+decide+mudar+nome+da+gripe+suina+5867916.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) no Brasil. Dois casos foram registrados em São Paulo, um no Rio de Janeiro e um em Minas Gerais. Todos os pacientes são adultos jovens e passam bem.

Severino Motta |

De acordo com o ministro José Gomes Temporão, três dos casos confirmados vieram do México. Apenas um caso de São Paulo contraiu a doença enquanto estava na Flórida, nos Estados Unidos. Temporão explicou que os pacientes de São Paulo e de Minas Gerais passam bem, já estão em casa e apresentam um nível da doença que não oferece riscos para outras pessoas. O caso do Rio de Janeiro segue isolado no hospital por medidas de segurança, mas passa bem.

Segundo Temporão, outros 93 pacientes suspeitos foram testados e deram negativo para "gripe suína" e, até o momento, 15 estão sendo processados em laboratórios com resultados previstos para sexta-feira (8).

Porém, em uma tentativa de tranquilizar a população, o ministro afirma que "o vírus não circula pelo Brasil" e que "apesar da confirmação desses casos, nada muda". "Esses casos não afetam o plano de contenção do Brasil. Não há registo de contágio de pessoa para pessoa em nosso País. Todos os casos foram contraídos no exterior".

Temporão ressaltou ainda que todas as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) estão sendo seguidas e que a população não deve se automedicar. "Quem veio do exterior ou teve contato e sentiu os sintomas não deve se automedicar, pois a automedicação mascara a gripe suína", explica. O ministro finalizou a coletiva garantindo que toda a situação "está sob controle".

Pacientes confirmados

Caso 1 - São Paulo. Esteve no México de 17 a 22 de abril. Começou a manifestar os sintomas dia 24. Ficou internado de 29 a 4 de maio. Passa bem.

Caso 2 -  Minas Gerais. Esteve no México de 22 a 27 de abril. Apresentou sintomas ainda no México, no dia 26. Foi internado no mesmo dia que chegou ao Brasil. Recebeu alta no dia 29. Ficou em isolamento domiciliar até o dia 6 de maio. Passa bem.

Caso 3 ¿  São Paulo. Estava na Flórida, nos Estados Unidos. Chegou ao Brasil no dia 28 e apresentou sintomas no dia seguinte, 29 de abril. Não foi internado, pois na data, a Flórida não era considerada área afetada. Foi mantido em isolamento domiciliar. Passa bem. Até o momento, nenhum familiar manifestou sintomas.

Caso 4 ¿ Rio de Janeiro. Estava no México. Chegou ao Brasil dia 3 de maio. Começou a manifestar sintomas no dia 2. Está internado desde o dia 5. Passa bem.

Kits de diagnóstico

No último balanço divulgado pelo ministério nesta tarde, o Brasil registrava 24 casos suspeitos, enquanto outros 20 casos eram monitorados em oito Estados. No mundo, mais de 2.300 casos da nova gripe já foram confirmados, a maioria no México e nos Estados Unidos.

Na quarta-feira, o País recebeu os kits para a realização de exames laboratoriais da nova gripe. Os primeiros kits foram encaminhados para os laboratórios do Instituto Adolfo Lutz , em São Paulo, e Fundação Oswaldo Cruz , no Rio de Janeiro. Também serão enviados kits ao Instituto Evandro Chagas, em Belém.

O Gabinete Permanente de Emergências do ministério alterou na semana passada a definição de caso suspeito e em monitoramento, a fim de ampliar a vigilância da circulação do vírus no País. De acordo com a nova classificação, são consideradas suspeitas de ter a doença pessoas provenientes de qualquer área dos países com confirmação de casos que apresentem sintomas da gripe ou que tenham tido contato próximo com pessoas infectadas.

Na última segunda-feira, o Ministério da Saúde pediu ao governo a liberação de uma verba adicional de R$ 141 milhões para intensificar as ações contra a doença no Brasil.

Leia também:

Entenda a "gripe suína"

Leia mais sobre: gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG