Brasil compra 40 milhões de doses de vacina da gripe H1N1

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil fechou a compra de 40 milhões de vacinas contra a gripe H1N1 e as primeiras doses deverão estar disponíveis antes de julho, quando começa o inverno, informou o Ministério da Saúde nesta segunda-feira. As primeiras doses deste lote inicial deverão ser entregues ao governo em janeiro de 2010, informou a pasta em nota. Ainda não se decidiu o público-alvo das vacinas, que serão fabricadas pela GlaxoSmithKline e custarão cerca de 445 milhões de reais.

Reuters |

"A produção da vacina contra o novo vírus da Influenza A (H1N1) tem sido mais lenta do que o esperado e a demanda mundial pela vacina é muito maior do que a oferta", afirmou no comunicado o diretor de Vigilância Epidemiológica do Ministério, Eduardo Hage.

Segundo o ministério, os países do Hemisfério Norte, que já observam aumento no número de casos da nova doença com a chegada do inverno, estão recebendo uma quantidade de doses menor que a planejada.

Nos Estados Unidos, apenas 41,6 milhões de doses estão disponíveis, ante previsão de 250 milhões de vacinas anunciada pelo governo.

O ministério informou ainda que irá adquirir vacinas produzidas pelo Instituto Butantan, de São Paulo, e que também planeja abrir licitação para compra de outro lote de fornecedores internacionais.

A propagação da doença, conhecida popularmente como gripe suína, teve seu epicentro no México e se expandiu rapidamente por todo o planeta. No Brasil o vírus causou a morte de pelo menos 1.368 pessoas, segundo o ministério.

(Por Hugo Bachega)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG