SÃO PAULO (Reuters) - O governo brasileiro informou neste sábado que está disposto a ajudar o Chile no que for necessário depois do terremoto de magnitude 8,8 que atingiu o território chileno nesta madrugada, matando dezenas de pessoas, de acordo com nota do Ministério das Relações Exteriores. O presidente Lula manifestou sua profunda preocupação com o impacto do terremoto (...) instruiu o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República e o Ministério das Relações Exteriores a realizarem uma primeira avaliação da situação e das medidas de assistência que o Brasil poderá adotar, afirmou o comunicado.

A nota acrescenta ainda que o governo brasileiro "expressa sua disposição de prestar ao governo e ao povo chileno a assistência que se faça necessária".

A embaixada e o consulado-geral do Brasil em Santiago estão trabalhando para dar apoio aos brasileiros que lá se encontram, segundo o ministério.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.