O ministros da Saúde do Brasil, José Gomes Temporão, e da Argentina, Juan Luís Mansur, assinaram um protocolo de intenções entre os dois países. A Fundação Oswaldo Cruz vai transferir para os argentinos a tecnologia para a produção da vacina da febre amarela.

“Não se trata de um comércio, o cuidado da saúde é universal”, disse Temporão, acrescentando que a Argentina investirá o que for necessário na construção, qualificação e certificação da planta da fábrica. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.