O cantor britânico Boy George foi sentenciado nesta sexta-feira a 15 meses de prisão por ter sequestrado e agredido um garoto de programa norueguês que se negou a ter relações sexuais com ele.

O ex-astro pop, cujo verdadeiro nome é George O'Dowd, de 47 anos, foi considerado culpado em dezembro passado por ter acorrentado Audun Carlsen, de 29 anos, a um muro de sua residência londrina e tê-lo agredido.

ame/cnb

GB-Noruega-música-justicia-gente

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.