Bombeiros retomam busca por nona vítima de naufrágio de barco no Lago Paranoá

Oito corpos foram encontrados. Buscas estão concentradas a cerca de 150 metros do local da embracação

Agência Brasil |

Mergulhadores do Corpo de Bombeiros retomaram na manhã de hoje (25) a busca pelo corpo da última pessoa dada como oficialmente desaparecida no naufrágio do barco turístico Imagination. A embarcação afundou no Lago Paranoá, em Brasília, na noite do último domingo (22). Oito corpos já foram encontrados .

Segundo o comandante Marco Negrão, do Grupamento Especializado em Salvamento, as chances de o corpo do homem, o garçom Hadmilton José de Oliveira, estar preso no interior do barco são “remotas”. As buscas estão concentradas a cerca de 150 metros do local da embracação.

De acordo com Negrão, entre 35 e 50 mergulhadores deverão se revezar até que o corpo seja localizado. No total, os militares vasculharam uma área de cerca de 80 mil metros quadrados ao redor de onde o Imagination afundou. Trabalho que exige paciência e cuidado, já que há pouca visibilidade e a altitude (Brasília se encontra a 1,1 mil metros acima do nível do mar) limita ao máximo de 40 minutos o tempo que cada mergulhador pode permanecer submerso. Por outro lado, como praticamente não há correntezas, a área de buscas pode ser mais facilmente definida.

O comandante voltou a afirmar que o barco será içado tão logo o último desaparecido seja encontrado. Balões de flutuação infláveis serão usados para girar a embarcação, que se encontra com o casco voltado para cima, a cerca de 17 metros de profundidade. A expectativa é que assim o barco, de 15 toneladas, volte sozinho à superfície.

Dois engenheiros da Marinha, especializados na análise de naufrágios, chegaram ontem a Brasília para auxiliar na investigação da Polícia Civil sobre as causas do acidente.

Nomes dos mortos

A Polícia Civil divulgou esta manhã os nomes dos oito mortos identificados. Os corpos de Flávia Daniela Pereira Dornel, Ester Araujo de Oliveira, Vicente Carneiro de Sousa Neto, Paulo de Mello e de Adail de Souza Borges já foram liberados. O corpo de João Antonio Fernandes Rocha está à disposição da família e os de Valdelice de Souza Fernandes e de Robinson Araújo de Oliveira devem ser liberados ainda hoje (25).

    Leia tudo sobre: lago paranoánaufrágioimagination

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG