Bombeiros encontram corpos dos três passageiros de avião desaparecido no Rio

RIO DE JANEIRO ¿ O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro confirma que foram encontrados na serra da Concórdia, sul do Estado, os corpos dos três passageiros do monomotor Bonanza BE 35 desaparecidos desde o dia 30 de dezembro. Foram localizados ainda os destroços da aeronave. Equipes dos bombeiros de Valença, Barra do Piraí e Vassouras participaram das buscas.

Redação |

Acordo Ortográfico

Tripulavam o avião, além do piloto Antônio Pereira da Mata, de 64 anos, sua mulher Irene Maria Barbosa, de 59 anos, e a filha Elisa Barbosa, de 36 anos. O monomotor decolou do aeroporto Carlos Prates, em Belo Horizonte, no dia 30 de dezembro, tendo como destino o aeroporto de Jacarepaguá, zona oeste da cidade do Rio. O contato com a torre de comando do aeroporto foi perdido quando sobrevoavam a serra da Concórdia.

Segundo a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, o que resta a ser feito agora é remover os corpos do local. Mas, não foi possível afirmar quando será realizada essa remoção, pois tudo depende do clima na região e de questões logísticas.

Os bombeiros foram acionados na última segunda-feira pelo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta) de Curitiba e começaram as buscas com três equipes dos quartéis da região. No entanto, as buscas haviam sido interrompidas devido ao mau-tempo na região. As ações foram retomadas na manhã desta quarta-feira.

Demora no acionamento das buscas

Em nota, a Infraero afirmou que há uma apuração em curso para identificar falha ocorrida no procedimento de acionamento do Serviço de Busca e Salvamento, a partir do momento em que se esgotou o prazo previsto de pouso no Aeroporto de Jacarepaguá.

No comunicado a empresa diz ainda ser isenta de culpa, não tendo qualquer relação direta com a causa do incidente. O voo tinha previsão de duração de 1h10.

*com informações da Agência Brasil

Leia mais sobre: acidente de avião

    Leia tudo sobre: acidente aéreoaeroportobombeiroscorposinfraerominas geraismonomotormortesrio de janeiroserra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG