Prédio de sete andares em construção desabou na capital baiana no sábado. Em outro desabamento, mulher morreu

O Corpo de Bombeiros localizou, na madrugada desta segunda-feira, o corpo do vigia Renildo Gomes Miranda, de 23 anos, sob os escombros de um prédio de sete andares que estava em construção na rua Guaratinga, no bairro de Pernambués, em Salvador (BA), e desabou na noite de sábado. Uma casa vizinha à construção foi atingida.

Prédio em construção caiu sobre casa e carro no bairro de Pernambués
AE
Prédio em construção caiu sobre casa e carro no bairro de Pernambués

Conforme a Corporação, o vigilante foi encontrado debaixo de uma laje de alvenaria, na área do playground do edifício. Esta é 3ª morte confirmada no acidente.

O corpo de uma mulher, identificada como Nívea, já havia sido encontrado durante a tarde de domingo. Ela é mãe de André, de 8 anos, e Cecília, de 7, que foram resgatados com vida. O jovem Caio Moura, de 19 anos, também morreu no desabamento. Outras duas pessoas ficaram feridas.

Segundo a Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município (Sucom), a obra não tinha alvará para a construção do edifício. O caso será investigado pela polícia.

Outro desabamento

Na madrugada de sábado, outro desabamento já havia sido registrado em Salvador. Por volta das 2h, um casarão de sete andares localizado na Ladeira da Conceição da Praia, caiu matando uma mulher. Um homem identificado como Elielson foi resgatado e levado ao hospital. Outras três pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas ao Hospital Geral do Estado.

Falta de manutenção pode ter sido um dos motivos que levou ao desabamento de casarão onde funcionava prostíbulo em Salvador (BA)
AE
Falta de manutenção pode ter sido um dos motivos que levou ao desabamento de casarão onde funcionava prostíbulo em Salvador (BA)

O imóvel, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), funcionava como um prostíbulo, segundo informações da Defesa Civil de Salvador. A chuva e a falta de reparos no casarão são as possíveis causas levantadas para o acidente.

*Com informações da Agência Estado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.