SÃO PAULO - O Corpo de Bombeiros encontrou na tarde desta sexta-feira o corpo de um homem boiando em uma rua alagada do bairro Jardim Romano, na zona leste da capital paulista. O local está tomado por água desde o dia 8 de dezembro, quando uma forte chuva atingiu a cidade.

Conforme a Corporação, os bombeiros foram acionados por moradores, que viram o corpo na rua. A vítima era um homem, com idade estimada entre 40 e 45 anos. Ele não era dado como desaparecido e ainda não foi identificado.

AE

Mais de dez dias após temporal, as ruas ainda estão intransitáveis

Os bombeiros não souberam informar se o homem morreu afogado, em decorrência das enchentes, ou se a morte foi causada por outro motivo.

Neste sábado, 20 viaturas do Corpo de Bombeiros, totalizando 46 homens, realizam trabalho de monitoramento e prevenção no local. A Polícia Militar também está na região para evitar furtos.

Cobrança

Na quinta-feira, a prefeitura iniciou o cadastramento habitacional das famílias atingidas. Para deixar a região, os moradores vão receber uma ajuda de custo mensal, no valor de R$ 300, durante um período de seis meses a um ano. As famílias também deverão ser incluídas em um programa de moradia popular. Esse plano, no entanto, ainda não ficou definido.

O prefeito Gilberto Kassab (DEM) esteve na área alagada na sexta-feira e foi cobrado por moradores , que reclamavam dos prejuízos que tiveram e pediam soluções. Ao menos nove pessoas estão com suspeita de leptospirose .

A doença pode ser fatal, caso não seja adequadamente tratada. As sete unidades de saúde da região registram ainda grande demanda de pacientes com diarreia, dor de cabeça, febre e vômitos.

Leia também:

Leia mais sobre: alagamentos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.