O Corpo de Bombeiros controlou, por volta das 10h desta quinta-feira, o incêndio que atingiu uma subestação de energia elétrica da AES/Eletropaulo na região da Mooca, zona leste de São Paulo. O fornecimento de energia ficou comprometido em cinco bairros da região. Ninguém ficou ferido.

No inpicio da manhã, as chamas atingiram uma cabine primária da subestação da Mooca, localizada na rua Havaí, na Vila Bertioga. De acordo com os bombeiros, 11 equipes foram enviadas ao local e concluíram todos os trabalhos de rescaldo e inspeção por volta das 11h.

AE
Fogo provocou fumaça, prejudicou fornecimento de energia e atrapalhou trânsito

O fogo demorou a ser controlado, conforme os bombeiros, porque não foi possível usar água devido aos fios energizados da estação. De acordo com a Eletropaulo, a estação funciona de forma automática e por isso não havia ninguém no local.

Trechos dos bairros de Água Rasa, Belém, Mooca, Tatuapé e Vila Formosa ficaram sem energia elétrica, mas, confirme a empresa, ela foi totalmente restabelecida por volta das 10h30.

Trânsito e transporte

O incêndio interrompeu a circulação de duas linhas de trólebus na região, segundo a São Paulo Transporte S/A (SPTrans). A linha 2100-Terminal Vila Carrão-Praça da Sé teve os trólebus substituídos por ônibus a diesel e o Jardim Vila Formosa-Praça João Mendes, que funciona apenas no horário de pico, não operou. Já a Linha Vila Prudente-Parque Dom Pedro, que também teve problemas, voltou a operar normalmente por volta das 8h30.

O trânsito também ficou complicado nesta manhã porque a falta de energia desligou ao menos 11 semáforos, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

A rua Havaí foi bloqueada nos dois sentidos, na altura da rua Porto Alegre. Há lentidão por aproximação no local. Uma alternativa para o motorista é seguir pela rua Barretos e depois pegar a rua da Mooca.

*Com informações da Agência Estado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.