Bombeiros buscam dois desaparecidos no interior de São Paulo

As equipes de resgate do Corpo de Bombeiros prosseguem nesta quarta-feira as buscas a duas pessoas que desapareceram durante as enchentes da tarde de terça-feira nos municípios de Alumínio e São Roque, no interior de São Paulo.

iG São Paulo |

  • Represas de São Paulo transbordam e ameaçam 12 cidades
  • Previsão é de mais chuva para esta quarta-feira

    Em Alumínio, um homem foi arrastado pelas águas no fim da tarde, quando passava próximo à tubulação de saída de água no bairro Vila Paraíso, região mais atingida pelos temporais. Segundo a Defesa Civil da cidade, cerca de 40 casas foram atingidas. Ainda não há informações sobre número de moradores atingidos.

    Um homem também está sendo procurado pelos bombeiros em São Roque. Ele foi levado por volta das 20h pelas águas do Rio Aracaí, no bairro Jardim Renê. Ele andava de bicicleta na via quando perdeu o equilibro e bateu na guia, caindo no rio.

    AE
    Pessoas se arriscam para atravessar região alagada em São Paulo

    Pessoas se arriscam para atravessar região alagada em São Paulo

    64 mortes

    Segundo informações da Defesa Civil, 64 pessoas já morreram no Estado de São Paulo desde 1º de dezembro do ano passado, quando começou a Operação Verão.

    A última morte, provocada pelas fortes chuvas que atingem a região Sudeste do País, foi registrada em Campinas, no interior de São Paulo. Uma mulher de 45 anos morreu afogada na noite de terça-feira em Campinas, no interior de São Paulo, por causa da forte chuva que atingiu a região.

    Segundo informações do Corpo de Bombeiros, Rosemary Romero tentava atravessar um alagamento no Bairro Taquaral, caiu e foi arrastada pelas águas. Ela ficou presa embaixo de um carro e chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

    Em todo o Estado, 134 municípios foram atingidos pelos alagamentos, deixando 50 pessoas feridas, e afetando 18.678 moradores. Do total de mortes, 41 pessoas foram vítimas de deslizamentos e 13 morreram em inundações. A Defesa Civil estadual também contabiliza mortes causadas por raios e desabamentos.

    As 27 cidades em situação de emergência são Atibaia, Bofete, Bom Jesus dos Perdões, Caieiras, Caiuá, Capivari, Chavantes, Franco
    da Rocha, Getulina, Guararema, Inúbia Paulista, Lucélia, Lourdes, Manduri, Mineiros do Tietê, Mirassol, Osasco, Oscar Bressane, Pardinho, Pracinha, Presidente Venceslau, São José do Rio Preto, São Lourenço da Serra, Santo André, Santo Antônio do Pinhal, Sumaré e Itapevi. Cunha e São Luiz do Paraitinga estão em estado de calamidade pública.

    Mais chuvoso em 15 anos

    De acordo com o Centro de Emergências da Prefeitura de São Paulo, o mês de janeiro de 2010 já é considerado o mais chuvoso dos últimos 15 anos em São Paulo, com o acumulado de 419,5 milímetros de chuva, o que representa 75% acima da média prevista para o mês, que é de 239 mm. O mês também é o recordista de todos os meses dos últimos 15 anos, com a parcial superando o mês de fevereiro de 1995, quando foi registrado 407,7 mm.

    (*com informações da Agência Estado)

    Leia também:

    Leia mais sobre chuvas

    • Leia tudo sobre: chuvas

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG